Manutenção: Banco de Capacitores

Efetuamos instalação de banco capacitores

O banco de capacitores é um equipamento utilizado para corrigir o baixo fator de potência, o correto dimensionamento dos bancos de capacitores, incluindo sua potência e forma de acionamento visa eliminar as multas decorrentes de reativos excedentes, cobradas nas faturas de energia elétrica.

EXISTEM TRÊS TIPOS DE BANCOS CAPACITORES:

BANCOS DE CAPACITORES PROGRAMÁVEIS

São ideais para pequenos e médios centros de carga com curva de demanda de perfil estável, totalmente adequadas à legislação atual, atuam na ligação dos sistemas no horário indutivo e desligando-o no período capacitivo, a ligação é protegida contra acionamentos intermitentes, que reproduzem os efeitos do repique da bobina do contator, através de um relé de tempo.

BANCOS DE CAPACITORES AUTOMÁTICOS

O Banco de capacitores automático realiza uma compensação automática por meio de sinais de tensão e corrente ligando e desligando módulos capacitivos de acordo com a necessidade, a utilização de controladores automáticos de 6 e 12 estágios de última geração, com parametrização simples e baixíssima taxa de retrabalho é seu principal atrativo.

BANCOS DE CAPACITORES FIXOS

A utilização de bancos fixos deve ocorrer com cautela de forma a não provocar um baixo fator de potência no período capacitivo, os módulos fixos devem conter no mínimo sistema de proteção, é indicada a utilização de manobra por meio de contatores adequados a esse tipo de carga, neste sistema os capacitores permanecem ligados até que um estimulo externo ocorra.

A CORREÇÃO DO FATOR DE POTÊNCIA OU COMPENSAÇÃO REATIVA É UMA OBRIGAÇÃO LEGAL SOB PENA DE COBRANÇA DE MULTAS A TÍTULO DE EXCEDENTES REATIVOS:

Legislação

No Brasil, a Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL estabelece que o fator de potência nas unidades consumidoras deve ser superior a 0,92 capacitivo durante 6 horas da madrugada e 0,92 indutivo durante as outras 18 horas do dia. Esse limite é determinado pelo Artigo nº 95 da Resolução ANEEL nº414 de 09 de setembro de 2010, e quem descumpre está sujeito a uma espécie de multa que leva em conta o fator de potência medido e a energia consumida ao longo de um mês. A mesma resolução estabelece que a exigência de medição do fator de potência pelas concessionárias é obrigatória para unidades consumidoras de alta tensão (supridas com mais de 1000 V) e facultativa para unidades consumidoras de baixa tensão (abaixo de 1000 V, como residências em geral). A cobrança em baixa tensão, na prática, raramente ocorre, pois o fator de potência deste tipo de unidade consumidora geralmente está acima de 0,92. Não compensa, pois demanda a instalação de medidores de energia reativa. No Brasil, ainda não existe legislação para regulamentar os limites das distorções harmônicas nas instalações elétricas.

VANTAGENS DA EMPRESA QUE CORRIGE O FATOR DE POTÊNCIA:

Redução significativa do custo de energia elétrica;

Aumento da eficiência energética da empresa;

Melhoria da tensão;

Aumento da capacidade dos equipamentos de manobra;

Aumento da vida útil das instalações e equipamentos;

Redução do efeito Joule;

Redução da corrente reativa na rede elétrica.

Instalação de Banco Capacitores em Itaquera Instalação de Banco Capacitores em Santos Litoral Sul Instalação de Banco Capacitores na Penha
Instalação de Banco Capacitores na Zona Leste Instalação de Banco Capacitores na Zona Norte Instalação de Banco Capacitores na Zona Sul
Instalação de Banco Capacitores no Belém
 
 
Palavras Mais Buscadas: Automação Industrial na Grande São Paulo | Automação Industrial na Zona Leste